quinta-feira, 17 de julho de 2014

Buraquinhos...

Há certas coisas que só devem acontecer com seres muito especiais, como...eu. Fim de noite, nada para fazer, friozinho...até que me dá vontade de preparar uma pipoquinha caramelada. 
Toda saltitante, feliz da vida, peguei a panela, coloqueium fio de óleo de canola (para desencargo de consciência, rs) e despejei um pouco de milho. Levei os ingredientes ao fogo baixo e, pacientemente, esperei o primeiro grão estourar. Aumentei o fogo e agitei bem a panela até que todos os grãos estourassem.
Até esse ponto tudo corria maravilhosamente bem. Passemos a etapa da caramelização da pipoca.
Reservei a pipoca em outro recipiente, peguei a panela novamente, despejei um pouco de açúcar, 3 gotinhas de baunilha e levei em fogo baixo para derreter e dourar. Enquanto isso, fui dar uma espiadinha no que estava passando na televisão. Quando retornei a cozinha, uma labareda tomava o fogão. Retirei bruscamente a panela do fogão, mas o fogo insistia em acompanhá-la. Eu me questionava sobre o motivo de estar acontecendo isso, visto que o açúcar nem tinha dourado direito. Esperei esfriar um pouco e fui fazer a
perícia do local.
O fogão foi examinado e nada de anormal foi encontrado, passei para a panela. Sim, a panela...lá estavam dois furos razoavelmente grandes para o seu tamanho. Quem cozinhou tanto em minha casa no tempo em que fiquei ausente? Até o momento estou me perguntando como apareceram esses buraquinhos, pois a panela é de teflon, ou seja, nem areada é?
Coisas que só acontecem comigo...

Bjks e até breve.