sexta-feira, 30 de maio de 2014

Mais uma tentativa...


São José dos Campos (SP) - Negócios e lazer no interior

A cidade de São José dos Campos está localizada no interior paulista, mas pouco preserva da vidinha pacata do interior. Com um centro urbano bastante desenvolvido, é, atualmente, a menina dos olhos dos grandes empreendedores de imóveis, pois o crescimento populacional e econômico vem crescendo absurdamente, atraindo, portanto, pessoas de outros estados em busca de trabalho e qualidade de vida.


No entanto, ao passearmos pelo centro da cidade, ainda é possível comtemplarmos o contraste entre o comércio antigo e o novo, uma vez que é possível visitar o Mercado Municipal da cidade - o qual foi construído no início do séc. XX e conta com 90 lojas ( que vão da venda de peixes e carnes a artesanato). A cidade preserva ainda um ar interiorano, apesar do desenvolvimento, em seus parques e jardins espalhados pela cidade. O mais famosos deles é o parque santos Dumont, situado  na região central da cidade. Possui um linda "área verde e de lazer, com pista para caminhada e equipamentos de ginástica para prática de exercícios e corridas, quiosques com churrasqueiras, pista de skate e playground. Para o lazer contemplativo, possui ainda jardim japonês e um lago de criação de peixes e aves, permitindo o atendimento a todas as faixas de usuários" (http://www.sjc.sp.gov.br/secretarias/planejamento_urbano/parque_santos_dumont.aspx).

E se o que deseja, para este fim de semana, é curtir a cidade culturalmente, aproveite a Virada Cultural Paulista, a qual contará com mais de 30 atrações concentradas no Parque da Cidade, no teatro Municipal, no Cine Santana e no SESC. O evento terá início às 18h de sábado (31 de maio) e a programação completa está disponibilizada no site http://www.viradaculturalpaulista.org.br/cidades/sao-jose-dos-campos/#programacao.

Agora é só pôr o pé na estrada e garantir a diversão do fim de semana.

Tenham um ótimo fim de semana.
Bjks.

Referências:



quinta-feira, 29 de maio de 2014

Comprar não traz felicidade!


O cabelo e as nossas emoções

Esta semana tenho refletido bastante, como podem perceber, e me observado mais. Já faz um tempo que tenho dito que nossos cabelos, a pele e as unhas são reflexos da nossa alimentação, e é a mais pura verdade. Todavia, verifiquei que os cabelos possuem uma relação intrínseca também com as nossas emoções. Ou seja, quando estamos felizes, nossos fios ficam mais fortes, brilhantes e temos prazer em usá-los soltos, pois funcionam como a moldura de nosso rosto. No entanto, quando nos sentimos tristes ou desanimadas, rapidamente, verificamos que há uma queda maior dos fios, os quais ficam fracos e quebradiços. Isso se explica pela diminuição de alguns hormôrnios e baixa imunológica, os quais interferem diratamente na qualidade de nossos cabelos, pele e unha. Além disso, há uma sintetização maior de hormônios inflamatórios, como a prostaglandina 2, provocando vermelhidão, coceira e até caspa.
Ao nos depararmos com essa situação, o que fazer? 
Sabemos que felicidade eterna não existe e que a tristeza faz parte do nosso crescimento emocional, logo podemos solucionar esse problema facilmente, como?
Primeiramente, identificando o que está deixando-a triste, ansiosa ou estressada, pois repensar na vida, nos impulsiona a mudarmos nossos rumos e hábitos. Outro aliado são os cheiros, os quais podem reverter casos de tristeza, mal humor e até de depressão. Isto é, se está irritada, experimente passar óleo de lavanda nos pulsos e exalá-lo durante algum tempo, mentalizando somente momentos bons e felizes até acalmar a sua mente. O óleo de baunilha é indicado também para restabelecer o equilíbrio entre a mente e o corpo, deixando, portanto,  cabelos e pele viçosos.
Você pode se beneficiar dos aromas em pulverizadores de ar, incensos ou mesmo utilizando os óleos essências em cremes e produtos cosméticos.
A partir do momento que nos conhecermos e passarmos a nos tratar com o respeito que merecemos, nossos cabelos, pele e unha irão se manisfestar positivamente.


Fica a dica, meninas.

Bjks

Referência:

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Panqueca de aveia

Há uns dois anos estava com o colesterol ruim alto e li que aveia era bom para baixá-lo. Então comecei a colocar aveia em quase tudo na minha alimentação e um dos pratos que deu certo e eu adoro ainda hoje é a panqueca.
Abaixo seguem os ingredientes para duas porções.


Ingredientes:

1 ovo
1 colher de sopa de aveia
2 colheres de sopa de leite
1 pitada de sal ou tempero de sachê.

Modo de preparo:

Bata bem o ovo e vá acrescentando os demais ingredientes. Misture bem e frite em óleo quente. 

Recheio:

Pode ser berinjela refogada com abobrinha e pimenta ou outro de sua preferência.

Obs.: se for fazer em quantidade ou quiser a massa bem levinha, bata no liquidificador

Bom apetite!!!

De dieta


terça-feira, 27 de maio de 2014

Planejando a maternidade x falta de recursos


Filhos...ter ou não tê-los, eis a questão - parte II

No entanto, com essas turbulências na relação a dois, me vem outra questão. Nós, mulheres, por mais que adiemos a maternidade, no fundo...no fundo...desejamos ser mães, mas como tomar uma decisão tão significativa e séria, visto que envolverá um novo ser? Devemos pensar no nosso desejo e realizá-lo como um acordo, embora haja de nossa parte um sentimento real ou devemos agir racionalmente, e ter uma relação apenas para esse fim? Ou ainda, será que devemos soterrar esse desejo? Pois temos duas certezas: uma que depois dos 35 anos é muito mais difícil engravidar e a outra que o homem perfeito não existe. Oh, dilema cruel...
Adiamos a maternidade para nos estruturarmos emocionalmente e profissionalmente e quando alcançamos uma parte dos sonhos, nos vemos encurraladas pela ironia da vida e pelas limitações biológicas.
Sigo com meus conflitos e com a esperança de ser mãe, pois acredito em milagres. Todavia, gostaria que acontecesse, pois não me vejo planejando a vinda de um novo ser ao mundo.

Até a próxima, meninas!
Bjks.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Crise pós-fim de relacionamento II - o impulso incontrolável de ligar...


Filhos...ter ou não tê-los, eis a questão

A vida é tão irônica, tenho observado a minha vida afetiva e de algumas outras mulheres. Às vezes nos doamos tanto e só recebemos a traição e palavras ao vento. Há mulheres sedutoras, envolventes, bonitas, independentes, mas que seguem na frustração por almejarem homens que querem demais. E não me refiro a sentimento, percebo, cada vez mais, que os homens desejam várias mulheres ao mesmo tempo pela incapacidade de amar o conjunto de qualidades da que ele já possui. E na busca pela mulher perfeita, vai construindo o seu harém. Todavia, nessa busca louca deles, nós que saímos machucadas e feridas, pois acreditamos nas palavras, ingenuamente, nos deixamos enganar com carícias, alguns conseguem nos fazer pensar que somos única...amarga ilusão.

Pego-me perguntando a todo instante, onde estamos errando? Será que nos entregamos demais? Ou será
que temos que fingir que acreditamos no amor que nos é oferecido e seguirmos felizes artificialmente?

Continuarei as minhas indagações e verei se vale a pena compartilhar um sentimento tão especial, como o AMOR, com  o sexo oposto, ou se o ditado "antes só do que mal acompanhada" tem fundamento.


Bjks.
Até mais, meninas!!!

sábado, 24 de maio de 2014

Crise pós-fim de relacionamento I - a dor dos primeiros dias...


As loucuras de amor de uma mulher - parte IV

É sexta-feira, Danúbio liga para Vivelinda e combina de jantarem juntos à noite. Ainda no escritório, ela se desliga do trabalho e pensa em uma produção bem sexy para encontrar seu grande amor.

Danúbio sai do quartel, passa em casa para uma ducha. Tenta controlar a angústia e pensa na melhor maneira de comunicar o fato a Vivelinda. Deixa a água cair em sua cabeça, mas em vão...no fundo sabe que não há melhor forma para dizer que está de partida. Olha o relógio, já está quase na hora. Arruma-se apressado e sai.
Do outro lado da cidade, Vivelinda o aguarda, linda e loira. Danúbio com tensão no olhar, dirigi-se até ela. Dá um caloroso beijo em sua amada, que o retribui. Rapidamente, ela percebe que há algo errado. Antes de iniciarem a conversa, pediram dois drinks. Só assim conseguiria se abrir...após a primeira golada, olhou fixamente nos olhos de Vivelinda e começou a despeja sobre ela os acontecimentos dos últimos dias.
Ao fim da última palavra, sem acreditar, Vivelinda consegue esboçar uma reação e tem uma ideia. como dinheiro para ela não é problema, visitaria seu príncipe pelo menos 2 vezes por mês. Danúbio acha ótimo e respira aliviado.
Alguns meses se passaram em frenético vai e vem pelo aeroporto, mas em nome do amor Vivelinda estava disposta a tudo. Todavia, o carnaval se aproximava, e nessa data já tinha um programa marcado com suas filhas. Durante a viagem com as meninas, tentou por várias vezes entrar em contato com seu amado, mas sem sucesso. Apenas dois dias depois, recebe notícias, acha muito estranho, porém releva. 
No fim de semana seguinte, vai ao encontro do seu amor, e o sente diferente. Danúbio a leva a casa de seus pais. Entretanto, a família do rapaz não aprovam a relação devido a diferença de idade e status social. Assim que surge uma oportunidade, a mãe de Danúbio revela a Vivelinda o que o filho havia feito durante o carnaval.
Vivelinda sofre um grande baque ao saber da traição. Havia dado a aquele homem o sentimento mais puro que já nutrira por alguém. Agora, encontrava-se ferida, mas sem perder a pose. Pediu licença e foi até Danúbio. Colocou-o contra a parede e ouviu perplexa a confissão.
 Como pudera fazer isso com alguém que dizia amar tanto? Teria sido influência da família, dos amigos? Vivelinda tentava achar uma desculpa para superar tamanha dor. 
Com o orgulho ferido, teoricamente perdoou, mas ficou mais agressiva com Danúbio, procurava feri-lo com palavras, agredia-o verbalmente. Ficou mais ciumenta, possessiva e manipuladora. 
Inicialmente, Danúbio aguentava tudo com uma paciência invejável em razão da culpa que sentia.  
Os meses se passaram e o fim do ano chegou, Vivelinda organizou o Revellion a dois, com direito a ceia em um iate e com direito a show. No entanto, o universo não parecia conspirar a favor dessa uníão, no caminho, seu salto Prada quebrou. Isso a deixou furiosa. Depois já no iate, enquanto dançava, teve um acesso de ciúme e, durante a discussão com danúbio, se desequilibrou. A fim de impedir a sua queda, Danúbio a segura pela blusa, arrebentando uma das alças de cristal swarovski.
A noite foi um fiasco, voltaram desolados para o apartamento, em que Danúbio divide com um amigo. No dia seguinte, mal conseguem se olhar, muito menos conversar. Será o fim desse romance, a princípio, tão sereno e bonito?

Continua... 

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Ilhabela (SP) - Capital da Vela

Esta semana lhes apresentarei a cidade de Ilhabela, situada no Litoral Norte Paulista. Conhecida também como a Capital da Vela, pois  as condições marítimas e do vento do canal de São Sebastião favorecem a prática, ao longo do ano inteiro na região, chamando a atenção de velejadores do mundo todo. 

Além de sua fama na Vela, Ilhabela possui inúmeros outros encantos naturais, os quais podem ser vivenciados em suas praias de águas azuis, em suas exuberantes cachoeiras e em suas trilhas, em meio a Mata Atlântica.  Para quem curte admirar o fundo do mar,  há praias perfeitas para o mergulho devido o número de naufrágios na localidade, colaborando para a formação de tocas e grutas, habitat perfeito para inúmeras espécies de vida marinha. São 129 km de extensão a serem explorados pelos praticantes.



Há também as trilhas, as quais podem ser realizadas a pé ou de jeep, dependendo de qual praia deseja ir. O passeio mais conhecido de jeep é para a praia de Castelhanos, a maior da ilha. Todavia, se é um desbravador, aproveite a trilha que leva a praia do Bonete, considerada uma das praias mais bonitas do mundo, de acordo com o "The Guardian". Ao chegar, poderá desfrutar da hospitalidade caiçara e saborear a culinária simples dos pescadores.
 A outra opção é seguir de escuna pela ilha, aproveitando toda a exuberância natural que ela tem a oferecer.
À noite, a dica é a Vila, centro da cidade, onde encontramos marcas da arquitetura do início da colonização em nosso país e também bares e restaurantes deslumbrantes à beira mar. Excelente lugar para uma caminhada relaxante ou contemplatação da paisagem.

Ilhabela é uma cidade com muitos atrativos, mas de custo alto. Se planeja conhecer, prepare-se com antecedência e divirta-se.

Tenham um ótimo fim de semana.
Bjks!!!


Pequena viagem de fim de semana


quinta-feira, 22 de maio de 2014

Dicas para mulheres que não entendem nada de cozinha...


Massa básica para torta doce

Se você não tem paciência de esperar a torta esfriar para desenformá-la ou deu vontade de fazer uma torta de última hora para algum evento, passarei a receita desta torta mágica, que além de deliciosa, é rápida e prática de fazer.

Ingredientes:

6 ovos (claras em neve)
3 copos (geléia) de açúcar
4 copos (geléia) de trigo
1/2 lata de fermento pequena
1 copo (requeijão) de leite
100g de margarina

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque o leite para ferver com a margarina. Depois bata as claras em neve e acrescente aos poucos o açúcar, as gemas, o trigo, o fermento e por último despeje o leite com a margarina fervendo. Deixe bater até a massa dobrar de volume. Coloque a massa em uma forma com fundo removível bem untada e enfarinhada. Leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 45 a 60 minutos. Assim que retirar do forno já pode desenformar e iniciar os preparativos da confeitagem.


quarta-feira, 21 de maio de 2014

Objetiva


Cabelo, pele e unha - reflexos da saúde

Há algum tempo, comecei a perceber que os meus cabelos estavam caindo em demasia. Além disso, as unhas apresentavam descamações e a pele do rosto muito áspera. Sempre me preocupei em manter uma alimentação equilibrada e saudável, me questionei sobre o que poderia estar acontecendo com o meu organismo, visto que os cabelos, a pele e as unhas vão muito além da estética, ou seja, externam a nossa saúde. 

Decidi procurar uma dermatologista, a qual me passou hidratantes à base de ureia e me orientou a ingerir mais vitaminas do complexo A. Fui para casa, mas sabia que havia algo além da aparência. Passou mais um tempo, tinha consulta com a minha ginecologista, a qual sempre me pede todos os tipos de exame e mais um pouco; por causa da idade, só falta me virar do avesso. E graças a ela, descobri que estava com hipotireoidismo, isto é, a glândula tireoide já quase não produz os hormônios T3 e T4, diminuindo o metabolismo.
Logo fui encaminhada para um endocrinologista, o qual me pediu mais uma bateria de exames de sangue e ressonância, a fim de descobrir a origem do problema da baixa produção de hormônios tireoidianos.
Com o resultado dos exames em mãos, iniciei o tratamento, o qual consiste na reposição hormonal. Todavia, mesmo  com o medicamento, tanto os cabelos, quanto a pele e as unhas necessitam de cuidados especiais, pois nessa época do ano já há um ressecamento natural devido a baixa umidade do ar e, no meu caso, dobra o problema. 
Com relação a pele, preciso hidratá-la com  hidratante que contenha ureia 10% ( vale lembrar que varia a porcentagem de acordo com a quantidade do hormônio no organismo) pelo menos 3 vezes ao dia e mesmo assim não fica totalmente macia. 
Quanto as unhas, basta mantê-las pintadas e longe de produtos químicos, como alvejantes, sabão etc.
No entanto, os cabelos...fui proibida de colocar qualquer produto químico neles, pois ao entrar em contato com o couro cabeludo, acelera a descamação dele, afetando a raiz do cabelo, podendo ocasionar a calvície. 
Esta semana, estou aumentando a ingestão de vitamina A e experimentarei  receitas caseiras para a hidratação dos fios. À medida que verificar algum resultado, posto como alternativa.


Bem, é isso. Fica o alerta.

Bjks!!!!

terça-feira, 20 de maio de 2014

Sem rancor


Fugacidade das relações...o que a motiva?

Muito tem se falado na mídia sobre duração relâmpago dos romances atuais e as traições, as quais ganharam um novo perfil ao se tornarem virtuais.
O que explica essa fugacidade das relações humanas? Será a nossa ansiedade de vivenciar o futuro?  E nessa busca insana, acabamos negligenciando o presente, o qual escorre por nossos dedos, e quando tomamos consciência, perdemos momentos únicos com as pessoas que amamos.
Será a carência gerada pela frieza e distância dos meios virtuais, favorecendo o apego a qualquer um por apresentar uma afinidade ou apenas por satisfazer sexualmente? Muitos se sentem tão desesperados em estabelecer um contato de pele, que chega a desconhecer a diferença entre o verdadeiro amor, o qual não cobra e respeita ; pela cegueira da paixão obsessiva, a qual não vê limites para se chegar ao ser adorado, podendo desenvolver até uma patologia.
Será que estamos trazendo a dinâmica capitalista e neoliberal para a vida afetiva? Ou seja, desejamos apenas consumir o que o outro tem de melhor para nos oferecer; usamos e abusamos e sem pensarmos nas consequências, pois o que interessa é alimentar o nosso ego, de modo egoísta.
Ouvimos falar dos avanços tecnológicos, da evolução científica, mas cadê a evolução humana?  Será essa, a qual presenciamos atualmente? Onde o ser humano pretende chegar com relações superficiais e medíocres? Será que acredita verdadeiramente que não sofrerá, causando sofrimento alheio?
Essas são só algumas de minhas indagações ao observar o caos das relações humanas.

Bjks, meninas!!!

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Organização do tempo

Essa semana será bem atípica para mim, pois moro só, não tenho filho, ou seja, a única preocupação é comigo mesma. No entanto, meus pais precisaram, pela primeira vez, viajar juntos e a pessoa que poderia colaborar para a realização dessa viagem, era eu.
Logo, me pus a disposição para ajudar a quem está sempre me apoiando. Agora, estou responsável por uma casa enorme e com apenas 10 (dez) cães para cuidar, sem falar da rotina para manter a casa limpa e organizada e tomar conta da minha irmãzinha caçula, a qual trabalha fora e precisa de um auxílio.

Acordei cedo, mas percebi que a ansiedade já estava tomando conta de mim. Parei, fiz a respiração
forte da Yoga - inspira fundo e expira pelo nariz fazendo ruído - algumas vezes, voltei ao equilíbrio e comecei a listar as atividades prioritárias. Adicionei alguns lembretes no celular com as regras de funcionamento do lar, como por exemplo o dia do lixo e horário.
Observei que assim que finalizei a lista, já estava bem mais relaxada, depois fui só colocando em prática.

Então, se você está com muita tarefa e não sabe por onde começar, a primeira dica é: não se desespere, isso só a tirará do foco. Vamos aos próximos passos:
  • respire forte, é sério funciona, pois oxigena melhor o cérebro, trazendo-a a realidade.
  • papel e caneta na mão, hora de preparar uma lista, a qual pode ser diária ou também pode criar um quadro com os prazos de entrega das tarefas, a fim de facilitar a visualização.
  • analise as prioridades, iniciando com um bom e tranquilo café da manhã, pois quando não planejamos, pulamos refeições e ainda temos chance de ficarmos doente, uma vez que baixa a imunidade e, claro, nos atrasa muito mais.
  • não deixe a organização da casa de lado, pois com o ambiente limpo e com tudo no lugar facilita o seu trabalho no local e colabora para a organização pessoal.
Bem, essas são as minhas medidas iniciais, ao passo que for descobrindo outras, irei compartilhando com vocês. O que estão esperando? Mãos à obra, rs.

Bjks e tenham uma ótima semana.

Correndo contra o tempo


domingo, 18 de maio de 2014

Eco


Salada de macarrão light

Hoje passarei uma receita bem rápida, gostosa e fácil de fazer. Ótima para variar o cardápio de quem tem pouco tempo.

Aí vão:

Ingredientes:

500g de macarrão parafuso ou tortinho
1/2 cebola
1 pimentão
1 dente de alho
1 lata de milho
1 lata de ervilha
1 lata de atum/presunto
1 cenoura
coentro
cebolinha
sal a gosto
1 copo de iogurte natural
pimenta dedo- de- moça

Modo de fazer:

Cozinhe o macarrão até ficar al dente (consistente). Pique a cebola, o pimentão, o alho, coentro, cebolinha e a pimenta. Rale a cenoura ( tipo palha) e despeje em uma tigela. Adicione os tempero picados e o atum. Acrescente o milho, a ervilha e o iogurte. Misture bem. Depois é só misturar o creme ao macarrão. Está pronta sua saladinha leve e saudável. 

Espero que gostem da receita.

Bjks!!!



sábado, 17 de maio de 2014

novos vilões nos relacionamentos


As loucuras de amor de uma mulher - parte III

Vivelinda pensa, pensa... e resolve se permitir amar de novo, independente da diferença de idade. Começa a encontrar Danúbio frequentemente.
Passados alguns meses, Vivelinda decide apresentá-lo à sua família. Pede para que a cozinheira prepare um belo almoço. Enquanto isso, aguarda na sala junto a suas filhas.
O interfone toca... é ele. Vivelinda fica apreensiva, pois não sabe qual será a reação das meninas, autoriza a subida do rapaz, e...a campainha toca. Ela corre para atender.
Ao abrir a porta, lá está Danúbio sorridente e com uma garrafa de vinho nas mãos, não se contenta de alegria por rever sua deusa, a qual faz sinal para que entre. Logo ela o apresenta às filhas, as quais cumprimentam Danúbio naturalmente. O casal apaixonado respira aliviado. Todos conversam animadamente, depois almoçam e gozam de uma tarde magnífica.
Assim vivem alguns anos fabulosos e dominados por um amor intenso. Até que Danúbio recebe uma carta de transferência para sua cidade natal, Belém. Tem menos de 2 meses para organizar a sua vida e angustia-se em saber que irá se distanciar de sua amada.
 E agora? Como comunicar o fato a Vivelinda? Será o fim desse romance?

Continua...

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Só o necessário!


Paraibuna (SP) para esportistas e aventureiros

Paraibuna, pequena cidade do Vale do Paraíba, cuja história inicia com o estabelecimento dos Jesuítas da Companhia de Jesus na região, por volta de 1561. Todavia, os primeiros brancos se instalaram a partir de 1666, principiando a colonização, a qual é verificada na arquitetura local.


Possui uma atmosfera tranquila e bucólica, típica de cidade do interior, porém com muitos atrativos para esportista e aventureiros. As principais modalidades esportivas de Paraibuna são:
  • Rapel/Escalada: práticas realizadas, na Boca do Túnel ou na Caverna do Remédio, para todos os graus de dificuldade.
  • Canyoning: praticado em várias cachoeiras do município.
  • Off-road e Trekking: há muitas trilhas, sendo que a principal é a do Mirante do remédio.
  • Jeep Indoor: realizado pela própria cidade.
  • Espeleologia: há 5 grutas no município para a prática.
  • Bóia Cross ou Piabóia: atividade desenvolvida no rio Paraíba do Sul e cuja festa ocorre, geralmente, em novembro.
  • Ski-aquático: desenvolvido na represa de Paraibuna, normalmente, nos fins de semana.
  • Mountain Bike: também realizado ao redor da represa, onde acontece a maior prova de Mountain bike do Brasil, 130 km de extensão.
Paraibuna oferece também boas opções gastronômicas para quem deseja saborear a culinária típica da roça, como "fogado", leitoa pururuca, quirera com frango e não podemos esquecer da famosa bananinha de Paraibuna. Além disso, podem apreciar não só o café caipira, torrado e moído artesanalmente,  mas também uma boa cachaça da fabricação artesanal.

E se curte as tradicionais festas juninas, já pode começar a se preparar para se divertir muito, pois no próximo mês começam as festividades devido o padroeiro da cidade, Santo Antônio.

Espero que tenham gostado da dica.
Bjks!!!

Referência: