segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

As novas balzaquianas - parte I


Ao me descrever  no perfil, utilizei o termo balzaquiana, o qual surge graças a obra de Honoré de Balzac, a qual se chama A mulher de 30 anos. Nesse romance são retratadas as desventuras amorosas e sentimentais vividas por Julie, no século XIX, como separação, perda de um filho e outros inconvenientes da vida.
Já naquela época, percebemos a força dessa mulher, a qual tem seu ápice de vivacidade aos 30 anos. E como será a vida das balzaquianas dois séculos depois? Nossos hábitos e aflições? Compartilhem suas experiências, escrevamos nossas histórias juntas.